Logo GlobalCosmetic

Receba Semanalmente a nossa newsletter por e-mail


Venda online de cosméticos e perfumaria cresce mais de 50% no último ano

Categoria: Mercado Cosmético


Segundo o relatório WebShoppers 39, da Ebit, o e-commerce voltou a crescer dois dígitos em 2018, atingindo o percentual de 12% de crescimento. O grande destaque foi a categoria de Cosméticos, Saúde e Perfumaria, liderando o ranking com 16,4% do total de pedidos e registrando um crescimento de 51% em relação ao ano anterior.

Esse cenário é bastante animador para o varejo farmacêutico, que vem cedendo à tendência de expandir as vendas físicas para o ambiente online. Segundo Pedro Antunes, CEO da WebFarmas, com a entrada no e-commerce, as farmácias passam a depender cada vez menos do ponto físico. "A internet possibilita que a drogaria alcance um número muito maior de clientes do que se atuasse apenas no meio offline", acrescenta.

Para as grandes redes de farmácia, a migração para o e-commerce ou a integração entre os canais é um investimento previsto nas estratégias comerciais e nos orçamentos anuais. No entanto, para a pequena rede ou para o empresário independente, pode parecer inviável. Pensando nesse público, já existem empresas, no mercado, que oferecem soluções a custos mais acessíveis e com a mesma qualidade de um e-commerce de uma grande rede.

Um exemplo é a própria WebFarmas, uma startup que desenvolveu uma ferramenta de e-commerce que inclui o portal FarmáciaAí, um marketplace onde o consumidor pesquisa os preços de medicamentos e produtos de perfumaria. Na hora de fazer o pedido, ele tem a opção de escolher a farmácia que estiver mais próxima de sua residência ou local de trabalho. No ponto de venda, o balconista confirma o pedido em tempo real. O pagamento é feito diretamente ao entregador da loja.

A empresa oferece planos mensais de acordo com o perfil do ponto de venda, e o mais interessante é que a farmácia não precisa ser preocupar em divulgar o e-commerce ou em fazer marketing digital. "Atuamos em todo o processo de compra e venda, desde a captação de clientes para a farmácia até a conversão em um novo pedido. Além disso, fazemos também o marketing geolocalizado na região de entrega das farmácias", destaca. Por causa disso, a logística do ponto de venda não sofre nenhuma alteração.

De acordo com dados revelados pelo relatório da Ebit, o e-commerce passa a fazer parte do dia a dia do consumidor com cada vez mais intensidade. São 58 milhões de consumidores que fizeram, pelo menos, uma compra online em 2018. Desses, dez milhões realizaram sua primeira compra pela internet. E o segmento farma já vem sentindo esse impacto. Tanto que, segundo Antunes, as vendas online chegam a representar um aumento de até 60% no faturamento mensal da farmácia.

Fonte e Imagem: Dino, (03/09/2019)

Anuncio

Boletim Formulador

Anuncie Aqui


logo yeb


2019 © GlobalCosmetic - Todos os Direitos Reservados – Política de Privacidade

W3C W3C