Receba Semanalmente a nossa newsletter por e-mail


Benefícios do óleo de cacay

Categoria: Matéria-Prima


Pelo menos uma vez por ano aparece no mercado da beleza uma matéria-prima considerada "a sensação do momento"; o óleo de argan e a manteiga de karité que o digam. Especialmente após o boom de cosméticos com bases naturais, em 2019 os bons ventos trazem agora uma árvore encontrada na Amazônia e nos Andes: o cacay.

Conhecido internacionalmente como taccy nut, o cacay é uma árvore de copa volumosa. Sua semente vira óleo por meio de um sistema de prensagem a frio e fermentação, tornando-se então o desejado e raro elixir para fins cosméticos. Seus principais benefícios são a propriedade antioxidante e a capacidade de diminuir o frizz do cabelo.

"O óleo tem alta concentração de ácido linoleico. Essa substância é um ácido graxo essencial com ação antioxidante e anti-inflamatória. Ele também tem muito retinol (também conhecido como Vitamina A), que tem excelentes propriedades regenerativas para a pele", diz a farmacêutica especialista em ativos Claudia Coral. 

Benefícios para a pele 

O cacay melhora a textura e firmeza da pele, ameniza os sinais de envelhecimento e previne o surgimento de estrias. "Ele tem sensorial muito agradável, com boa espalhabilidade e rápida absorção", afirma a engenheira química e cosmetóloga Sonia Corazza, consultora técnica da Goldwell.

Peles mais ressecadas e maduras são as que mais se beneficiam de óleos como esse. "Os testes dermatológicos mostram atividade na melhora do relevo cutâneo, portanto, essa ação antissinais é muito bem-vinda em produtos para cuidados faciais anti-idade", completa. Só não é muito indicado para pessoas com pele extremamente oleosa, pois pode pesar. 

Nos cabelos

O óleo de cacay é um bom aliado contra os fios rebeldes. "Ideal para cabelos secos ou ressecados, ajuda na reposição lipídica e também dá conforto ao couro cabeludo sensibilizado por tratamentos químicos. Age também como protetor térmico no uso de secadores e chapinhas", diz Sonia. Como os cabelos cacheados e crespos precisam de muita emoliência, o óleo de cacay e seus derivados são ótimos para deixar as mechas mais nutridas e definidas. 

Nada de milagre 

Para os especialistas, o óleo de cacay é bom, mas há outros tão bons quanto: "Este é um ativo cosmético de qualidade, porém não podemos esquecer que encontramos outras opções no Brasil com efeitos semelhantes e maior eficácia, como o complexo lipídico da aveia", comenta Claudia Coral. 

Óleo peruano 

Colocar no marketing do produto que ele é amazônico causa frisson, especialmente fora do Brasil. Mas para o uso da indústria cosmética, o cacay ainda é pouco acessível. Isso explica sua ainda baixa popularidade por aqui. "No Brasil existe o Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético e do Conhecimento Tradicional Associado, que assegura a proteção de nossas riquezas naturais. Este sistema complexo consiste no cadastramento dos ingredientes da flora brasileira e, quando os ativos são utilizados, acontece a cobrança de impostos consideráveis, o que faz com que empresas nacionais e internacionais apresentem certa resistência. Quando o óleo de cacay é obtido da Amazônia peruana, ele não se enquadra na lei brasileira. Todo esse trâmite nacional dificulta então a popularização de alguns ingredientes, entre eles o óleo de cacay brasileiro", finaliza Claudia.

Fonte e Imagem: Universa, (13/05/2019)

Boletim Formulador

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui


Todos os Direitos Reservados © GlobalCosmetic